Casa do Povo de Abrunheira recebe estudantes do Brasil e de Moçambique

A Casa do Povo de Abrunheira está a receber uma vez mais jovens estrangeiros ao abrigo do protocolo firmado com a Associação Internacional de Estudantes de Ciências Económicas e Empresariais. Este projecto, visa proporcionar um ambiente de aprendizagem internacional, dinamização dos utentes e realização de actividades com impacto social, neste caso a duas jovens provenientes do Brasil e de Moçambique, que estão a tomar contato com a realidade portuguesa, participando no dia a dia da Instituição, numa troca de conhecimentos e partilha intercultural enriquecedora para ambas as partes.

Casa do Povo de Abrunheira vence Pémio Inatel com projeto inovador na área da saúde

A Casa do Povo de Abrunheira foi esta terça feira distinguida na Gala Nacional “Reconhecer” da Fundação Inatel na categoria AJUDAR, uma iniciativa que reconhece publicamente, o mérito do trabalho desenvolvido por entidades individuais e coletivas, no âmbito da ação social, formal e informal, em beneficio de outros. Este projecto é também um contributo para incrementar o espirito de solidariedade e responsabilidade social.

O  projecto “ Artememória” da instituição abrunheirense é direcionado para as demências, aliando métodos terapêuticos à arte. Cada pintura, realizada pelo artista plástico António Conceição, tem um determinado propósito direcionado a clientes com condicionantes e características especificas, estimulando-os através da cor, procurando transmitir-lhe tranquilidade e calma e outras sensações prazerosas, trabalho realizado em sintonia com a área da saúde da instituição coordenada por Cátia Carvalho, de onde se destaca outra das inovações deste projecto que consiste na sinalética própria, por exemplo as portas estão pintadas com representações da função de cada um desses espaços, quer se tratem de quartos ou casas de banho facilitando a orientação espácio/temporal do cliente que devido à sua doença, revelam grandes dificuldades em interpretar a sinalética convencional, obtendo excelentes resultados com este projecto. As representações são dinâmicas, ao caminharmos por uma determinada divisão, conseguimos ver a mesma pintura por diferentes perspectivas.

O Prémio foi recebido no Teatro da Trindade em Lisboa numa gala apresentada por José Carlos Malato e com momentos musicais do quinteto de Carlos Alberto Moniz e  grupo de Gaitas de Foles e bombo denominado “Roncos do Diabo”.

A Casa do Povo de Abrunheira vence prémio “AJUDAR” 2018 da Fundação Inatel.


Assente na arte como estimulo terapêutico, este projecto inovador recorre a representações efectuadas pelo artista António Conceição, em vários pontos interiores e exteriores da Instituição, estimulando algumas funções como a memória e a capacidade de localização espaço/temporal dos clientes. Algumas pinturas são enriquecidas com videoprojeção, aludindo a diversos elementos que compuseram o dia-a-dia e a realidade dos mesmos, até ao aspeto mais inovador deste projecto – a substituição da sinalética tradicional por representações das atividades que se realizam dentro de cada espaço, desde quartos a casas de banho, facilitando a compreensão da função do espaço, diminuindo os estados de ansiedade e de confusão de quem sofre de vários tipos de demência com especial enfâse para a doença de Alzheimer.A entrega do prémio está marcada para a próxima terça feira, 22 de janeiro no Teatro da Trindade.


PRÉMIO EDP SOLIDÁRIA – INCLUSÃO 2018 distingue projeto ” Mais Conforto Melhor Mente da Casa do Povo de Abrunheira

A Casa do Povo de Abrunheira foi recentemente distinguida com o seu projeto inovador ” Mais Conforto Melhor Mente.
Candidato ao Prémio EDP Solidária – Inclusão Social, o conceito da Instituição passa por garantir elevadas condições de conforto térmico na Residência Sénior do Baixo Mondego,com reaproveitamento térmico, melhoria no calafetamento de portas e janelas, rentabilização do uso de ar condicionado , sistema anti-legionela com claros benefícios para a saúde, reduzindo desperdícios térmicos e consequentes consumos contribuindo em simultâneo para um atenuar da pegada ecológica. o prémio será brevemente entregue numa cerimonia nacional marcada para Lisboa.

Almoço Solidário reuniu clientes e familiares na Casa do Povo de Abrunheira.

Dezembro é por excelência o mês da reunião, do convívio e da solidariedade.

Depois de um ano intenso de trabalho em prol dos seus clientes, este ano com a particularidade das Instalações da Casa do Povo de Abrunheira terem sido fortemente fustigadas pela tempestade “Leslie”, foi dado o mote para um almoço solidário juntando clientes, familiares e comunidade.

Depois da passagem da tempestade, tem sido semanas alucinantes na recuperação da normalidade possível, exemplo disso é a reconstrução da sala onde decorreu o convívio, estrutura que foi literalmente arrancada pelos ventos da intempérie e que agora surge com estrutura renovada oferecendo um espaço aprazível com excelentes comodidades para encontros, actividades seniores e eventos de varia índole que a instituição tem já em mente realizar em 2019, para devolver a alegria, o convívio e o conforto, aliados aos serviços de excelência que tem vindo a ser prestados e reconhecidos por todos.

A Casa do Povo de Abrunheira agradece a todos os que de alguma forma têm vindo a colaborar nesta recuperação, contando com todos para novas iniciativas em 2019!

Este natal ofereça Cultura!

Obtenha o seu exemplar do livro “A Força do Associativismo” na Casa do Povo de Abrunheira. 

Uma forma de promover a leitura e o conhecimento sobre a importância e o papel que o Associativismo tem desempenhado, em especial nesta região do Baixo Mondego.

Para além disso, toda a receita apurada reverte a favor dos trabalhos de recuperação que estão  a ser encetados pela Instituição, face aos avultados prejuízos causados pela Tempestade Leslie.

A Casa do Povo de Abrunheira conquistou o primeiro lugar no Campeonato Nacional de Boccia Sénior.

Em prova realizada esta quarta-feira, 12 de Dezembro disputada em Oliveira do Bairro, o atleta António Alves Martins Pimenta não deu hipóteses à concorrência alcançando o mais alto lugar do pódio nesta edição do Campeonato Nacional – Zona Centro Individual. Destaque ainda para José Figueira Monteiro ao alcançar a quarta posição na mesma competição.

Mais uma vez se destaca o convivo, a aprtilha e o espirito de equipa demonstrados pelos praticantes desta modalidade que promove entre outros benefícios o Envelhecimento Ativo.

Projeto da Casa do Povo de Abrunheira em votação online. Participe!

“se(MENTE)” é um projeto da Casa do Povo de Abrunheira direcionado para idosos que sofrem ou que estão em risco de manifestar demência – um dos maiores flagelos de saúde da atualidade e do futuro. Para além de prevenir, estabilizar e reabilitar estados demenciais, esta iniciativa irá promover a inclusão social e um maior contacto com a natureza, melhorando as condições para a realização de atividades de cultivo e jardinagem, que permitirá avivar competências remanescentes dos idosos. A alimentação saudável é também um fator que queremos promover e implementar, através da realização de ementas, acompanhamento nutricional e da sensibilização de colaboradores.

Saiba como votar através do nosso facebook.

Inovação e arte na área da demência distingue Casa do Povo de Abrunheira a nível nacional.

“Cuidar da Memória através da Arte” (ArteMemória) projeto da Casa do Povo de Abrunheira, foi distinguido com Menção Honrosa na Categoria Inovação e Sustentabilidade no âmbito do Prémio Cooperação e Solidariedade António Sérgio.

Um projecto inovador de combate à demência, apostando em pinturas que retratam a memória colectiva dos utentes institucionalizados, aliando arte e terapia, com o propósito de prevenir, estabilizar e reabilitar estados demenciais, bastante comuns na comunidade sénior.

A cerimónia pública de entrega de prémios vai decorrer no dia 24 de janeiro, na Sociedade Portuguesa de Autores, inserida no Tributo a António Sérgio, organizado pela CASES assinalando os cinquenta anos após a sua morte.

Esta cerimónia vai contar com uma mesa de honra composta por José Jorge Letria, Presidente da Sociedade Portuguesa de Autores, Eduardo Graça, Presidente da CASES – Cooperativa António Sérgio para a Economia Social, Guilherme d`Oliveira Martins, Administrador da Fundação Calouste Gulbenkian, Celmira Macedo da Associação leque e José António Vieira da Silva, Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

Do programa fará ainda parte exposições, conferências, apresentação de obras literárias e interpretação musical pelo maestro Victorino de Almeida, neste evento que presta tributo a António Sérgio – 1883-1969 “ O Homem que Pensou Portugal”.

Esta distinção vem comprovar a relevância da aposta que a Casa do Povo de Abrunheira está a fazer na área das demências, com diversas abordagens e projectos interligados, visando olhar e agir de forma diferente e eficaz não só para o cliente como para o cuidador e comunidade.