Os seniores da Casa do Povo da Abrunheira são protagonistas da primeira “novela Digital”!

Denominada de “Casa dos Enredos”, onde “qualquer semelhança com a ficção é pura realidade”, apresenta-se como um contexto psicossocial que envolve os idosos pela diversão através de vários estímulos a que vão sendo sujeitos ao longo da sequela.

Com as próprias instalações da Casa do povo de Abrunheira a servirem de cenário e como atores os próprios seniores da Instituição, vão sendo abordadas temáticas que alertam para a sua realidade, os seus medos, os sonhos não concretizados, os perigos de violência doméstica, as demências e tudo o que diga respeito a esta nova condição social.

“As instalações da instituição foram escolhidas como cenário, primeiro porque os seniores identificam-se e sentem-se protegidos por este espaço familiar que é o seu e daí o conceito de “esta ser a sua casa sem segredos” e porque ali está a ser desenvolvido um projecto de inovação social direcionado para as demências assente em estratégias, metodologias e soluções inovadoras na área neurosensorial”, informa a instituição do concelho de Montemor-o-Velho.

Poder seguir a novela da vida real no Facebook da Casa do Povo da Abrunheira

Siga-nos

CPA Conquista 1º lugar individual em Boccia Senior

A Casa do Povo de Abrunheira conquistou o 1º lugar no Campeonato Nacional de Boccia Sénior individual – Zona Centro. o feito foi alcançado pelo atleta José Neves Girão que subiu assim ao mais alto lugar do pódio na prova disputada no Pavilhão Municipal Gimnoesportivo do Luso. Aequipa é ainda composta pelos atletas seniores António Monteiro Travassos; Dinis Carvalho; Fernando Paredes (externo); Joaquim Alhadas; Manuel Baptista; Manuel Coelho; Conceição Cristino; António Pimenta (externo); António Claro (externo); Aurélio Veneza (externo); José Monteiro (externo); José Neves Girão (externo) e José Figueira (externo).
Esta prova foi organizada pela PCAND com a colaboração da Câmara Municipal da Mealhada.

Siga-nos

Casa do Povo de Abrunheira sobre três vezes ao pódio em XCO

A Casa do Povo de Abrunheira esteve este fim de semana em competição, na modalidade de BTT – XCO, evento organizado pela “Cães de Caça”, sendo a primeira prova pontuar para a Taça XCO do Centro.
Houve três subidas ao pódio com Carlos Coutinho a ser melhor que toda a concorrência em master 50, Ricardo Ramos a conquistar um magnifico segundo lugar em master 30 e o “bronze” não fugiu a Jorge Faria que terminou no terceiro lugar mais importante do pódio em master 40. 
Destaque ainda para o meritório quinto lugar de André Gomes em master 30.

Siga-nos

Casa do Povo de Abrunheira ganha escalão na Taça de Portugal de Downhill

José Sousa, atleta da Casa do Povo de Abrunheira conquistou o primeiro lugar em Master 40 na primeira prova da Taça de Portugal de Downhill que decorreu em Arouca.

A Casa do Povo de Abrunheira arranca assim da melhor forma na primeira prova do ano. Mais resultados para acompanhar em breve na pagina de Facebook da equipa da Casa do Povo Abrunheira – Downhill/Enduro/BMX Race.

Siga-nos

Atleta da Casa do Povo de Abrunheira vai competir nos Mundiais Universitários 2018

O atleta Francisco Quinaz, que correu em Fafe em representação da Casa do Povo de Abrunheira e em simultâneo pela Associação Académica de Coimbra, conquistou a medalha de bronze nos primeiros Campeonatos Nacionais de Downhill Universitários, tendo com este resultado assegurado a presença nos Mundiais Universitários em Agosto. Motivo de orgulho para toda a equipa alcançado no inicio do mês marcado por uma nova experiência para os atletas da Casa do Povo de Abrunheira. Num só fim-de-semana todas as vertentes do ciclismo em que compete, estiveram em prova!

Em Portimão, na primeira e segunda etapas da Taça de Portugal em BMX Race, em Downhill, Campeonato Nacional Universitário que decorreu em Fafe e em Cadafaz, o segundo Troféu de Enduro.

Em todas as modalidades, a Casa do Povo de Abrunheira subiu ao pódio, em BMX Race Pedro Pinto venceu ambas as etapas na categoria de Cruiser, Carolina Claro fez 2º lugar em ambas as etapas da categoria de Femininos +15 anos, destaque para o 5º lugar de Paulito Mateus em ambas as etapas em Cruiser, o 4º lugar de Vitor Soares na segunda etapa em Homens +17, finalizando igualmente ambas as etapas como o 2º melhor Júnior em prova.

Pedro Gaspar e Zétó Figueiredo atletas da categoria Homens+17 finalizaram as etapas entre o 9 e 10 lugares em ambas as etapas.Em Enduro no Cadafaz Joao Rodrigues fez 3º lugar na categoria de Elites, Leonel Morais o atleta juvenil venceu a prova na categoria de menores de 19 anos. Destaque ainda para o 6º lugar de Sauro Agostinho em elites na sua primeira experiência na modalidade, Hugo Manteigas em Master30 fez 17º lugar na classificação geral.

 

Siga-nos

Casa do Povo de Abrunheira assinala os 60 anos da morte de Afonso Duarte

Casa do Povo de Abrunheira assinala 60 após a morte de Afonso Duarte.

Joaquim Afonso Fernandes Duarte, nasceu a 1 de janeiro de 1884 em Ereira, Montemor-Velho. Faleceu em Coimbra a 5 de março de 1958 aos 74 anos.

A Casa do Povo de Abrunheira não esquece esta figura ímpar da cultura popular.

Poeta e pedagogo, haveria de não ser tão reconhecido à época como deveria, fruto da sua visão e arrojo, mas haveria a História de comprovar que estava no caminho certo, nomeadamente através da sua visão com a denominada “Educação Nova”que defendia e que lhe valeu a incompreensão dos seus pares na época.

A Casa do Povo de Abrunheira, fruto da sua vocação cultural tem vindo a homenagear Afonso Duarte nomeadamente com  a elaboração de um quadro sobre o artista elaborado ao vivo durante o festival do arroz e da lampreia em Montemor-o-Velho  em 2017,tendo a Instituição procedido à sua doação à Biblioteca Municipal ,na sede de concelho, que de resto lhe deu nome.

Ora, para respeitar esse nome e o seu legado, a Instituição abrunheirense também já realizou uma exposição de alguns artigos originais do poeta e pedagogo, espólio que compreende carimbos, cadernetas de aluno e escritos originais, encontrando-se a divulgar um vídeo sobre a sua visão do ensino, demonstrando igualmente a sua disponibilidade para que o espólio que está em sua pertença possa ser estudado a nível académico, a fim de se aprofundar o reconhecimento da visão desta figura ilustre de Montemor-o-Velho.

 

Siga-nos