SOBRE NÓS

A Casa do Povo de Abrunheira (CPA), é uma Instituição Particular de Solidariedade Social, com sede na União de Freguesias de Abrunheira, Verride e Vila Nova da Barca, município de Montemor-o-Velho, e distrito de Coimbra. Foi fundada em 25 de Novembro de 1961, sendo herdeira do Centro de Recreio Popular de Abrunheira, que havia sido criado em 12 de Janeiro de 1956.

Dos seus primeiros estatutos, aprovados por Despacho do Sr. Ministro das Corporações e Previdência, constam os objetivos de “representar todos os trabalhadores nela inscritos (…), assegurar o exercício da atividade de previdência e assistência (…), contribuir para a realização de melhoramentos locais (…) e aproveitamento dos tempos livres dos trabalhadores”.

Em 1994 processou-se a uma reformulação dos estatutos, que transformaram a CPA numa Instituição Particular de Solidariedade Social, tendo passado também a prestar serviços de Segurança e Solidariedade Social dando resposta às necessidades das populações tendo como área geográfica de influência toda a região da Beira Litoral. Atualmente a CPA cumpre com o dever moral de solidariedade e de justiça social para com determinados grupos vulneráveis da sociedade, nomeadamente: Administração de Serviços de Apoio a Idosos, através das respostas sociais de Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas, Centro de Dia, Serviço de Apoio Domiciliário (convencional, de 24 horas e integrado), Componente de Apoio à Comunidade, através da promoção de ações e campanhas de sensibilização / informação junto da comunidade / ajudas e acompanhamento técnico; Equipa Multidisciplinar de Saúde, através da prestação de serviços de Enfermagem, Fisioterapia, Terapia da Fala, Psicologia, em consultório e ao domicílio; Formação Profissional Certificada, com um vasto leque de oferta em ações de formação atingindo e favorecendo uma grande franja de grupos vulneráveis e socialmente excluídos, reforçando as questões da igualdade de oportunidades e justiça social; Centro Integrado de Reabilitação Intensiva de AVC’s, esta é uma nova resposta de saúde que se pretende alargar dado o n.º crescente de casos deste flagelo social.

Para alcançar os seus objetivos, a CPA aposta na melhoria da qualidade serviços que presta. Esta está associada à qualificação da sua equipa de profissionais, que tentam dar respostas às necessidades dos clientes que procuram os seus serviços.

A instituição encontra-se neste momento em fase de certificação de qualidade através da implementação do Sistema EQUASS (European Quality in Social Services), abrangendo a totalidade dos seus serviços.
Para além da vertente da solidariedade e justiça social, a CPA está vocacionada para promover atividades de carácter cultural, recreativo e desportivo, contribuindo assim para um maior dinamismo da comunidade em que se insere, dado tratar-se de uma área predominantemente rural, onde os recursos e as oportunidades, que proporcionem a ocupação dos tempos livres dos seus habitantes escasseiam.

Recentemente, a CPA apostou no alargamento da resposta ao nível do desporto, abrindo ao público um ginásio de manutenção e reabilitação física (AGITA-GYM), que tem sido uma grande conquista. Este ginásio, para além da sala de fitness e musculação, oferece aos seus inscritos um vasto leque de modalidades de grupo, nomeadamente: Zumba; Kick Boxing; Kempo; HIT; Localizada; Step; Yoga; Pilates; Adaptação ao meio aquático para bebés; Ginástica para grávidas, etc…

A CPA tem alcançado ainda, na vertente desportiva, excelentes resultados no âmbito de três equipas nas modalidades de BTT, Ori-BTT e mais recentemente em Downhill, que disputam os Campeonatos Nacionais das modalidades, tendo no seu pelotão 5 campeões nacionais, 6 campeões regionais, 2 campeões ibéricos e 2 campeões da europa.

Uma das áreas em qual a CPA tem feito uma grande aposta, e que remonta tradicionalmente às origens do associativismo nesta freguesia, é a Cultura. Para além dos múltiplos eventos realizados, a seu grupo de teatro, “Curral da Mula – Grupo de Teatro de Abrunheira”, que faz parte integrante da Federação Portuguesa de Teatro, tem-se destacado pela sua qualidade e quantidade de atuações um pouco por todo o país! Destaque merecido ainda vai para um evento anual levado a efeito por esta instituição, o “mostr’ARTE” tendo surgido como a ideia base de criar uma mostra de artes performativas de carácter não profissional, tem-se realizado desde 2007, participando mais de 200 artistas em cada edição, com um público a rondar os 1500 espetadores. Possui ainda a CPA uma Residência de Artistas, dedicada à realização de permutas e intercâmbios com grupos nacionais e internacionais que se interessem por desenvolver a sua atividade profissional temporariamente na região, obtendo a baixo custo uma resposta de alojamento com todas as condições de conforto.